16 set 2014
DIY

Bolinhas de madeira e suas opções

Se eu disser que eu sou tarada por elas vai pegar mal, então digamos que sou louquinha, fissurada, adhoooro uma bolinha de madeira por aí. Pela decor, em acessórios, penduricalhos. Elas me lembram os brinquedos antigos em madeira que tinha e também lembra coisa boa como as casas de praia que a gente ia e sempre tinha uma cortina assim, com bolinhas em madeira. Talvez venha daí o gosto por este material tão citado por aqui.

Pelo Brasil as bolinhas geralmente estão associadas a decor popular, rústica e natural. Na Europa há textos que indicam que elas começaram a ser usadas pelo estilo Escandinavo, que explora bastante o uso da madeira. Há tempos venho pensando em como usá-las, tanto aqui no apê quanto em algo mais. Daí selecionei algumas opções pra compartilhar. Meus cílios caem de amor quando elas são usadas como puxadores!

 

1

Foto: Heart Handmade UK

Ou então, se quiser, que tal incrementar a iluminação?

2

Foto: Meet me at Mikes

Ainda dá pra fazer enfeite de natal, imãs, chaveiros ou penduricalhos e os colares lindos! Basta pintar as bolinhas com tinta PVA ou Acrílica, dessas compradas em papelaria e pronto!

 

3

Fotos: Stars Inspirations. The Future Perfect. Hokus Filiokus. Meet me at Mikes.

Mas eu como adoro uma plantinha e não sabia como destacar as minhas mini suculentas, resolvi botar em prática um projetinho antigo que vi no lindo do This Little Street. Um suporte para plantas pequenas e leves, uma espécie de ninho. E também foi bom, pois queria sair do suportes mais usuais de macramê. E outro detalhe importante: meu gatão Chico adoooora comer suculenta. Sério. Chega fecha o olho e mastiga, com prazer. Cansei de voltar da rua e só encontrar os tocos das plantinhas. Daí elas passaram a ficar no alto, em prateleiras, mas de tão pequenas, nem se destacavam. Aí assim, no alto, eles não alcançam, a depender do lugar.

O material é muito simples: os vasinhos que você escolher, arame fino, bolinhas de madeira (usei 24), fitinhas de couro e cola quente. Primeiro, passei as 12 bolinhas pelo arame. Depois enrolei-os.

4

Cortei os excessos. A pontinha que sobrou, escondi dentro da própria bolinha.

5

Depois daí, dobrei duas fitinhas de couro que viraram quatro. Amarrei as pontas pra já fazer um gancho. E com três delas, amarrei na base feita com as bolinhas. A cada quatro bolinhas, um nó. Então, foram três nós. Sobrou uma fitinha na parte superior que cortei. Na base, abaixo do “ninho” amarrei as três fitinhas de vez em um único nó.

6

Coloquei a mini suculenta no vasinho e pendurei nos ganchos. Pra os vasinhos não se moverem, dá uma pitada de cola quente neles em três pontos, cada um perto da fitinha pra equilibrar. Que beleza! Mais um cantinho com verde e fofeeeenho! Bjbj, genten!

9

8

7

 


16 respostas para “Bolinhas de madeira e suas opções”

  1. Dona Linha disse:

    Que bárbaro isso! Tenho um vasinho quase igual ao seu, e adoro a ideia de plantinhas penduradas! Amei, amei, amei!!! Mas, uma dúvida: como faz para molhar a plantinha sem molhar o chão? Tem técnica? hahahaha. beijo Eva!

    • Eva Mota disse:

      Oi, querida! Poxa, que bom vc por aqui! Perdoa a demora em responder, viu? Mas então, a plantinha eu só faço tirar, molho, deixo escorrer um pouquinho e ponho de novo nos vasinhos. Não tem problema não 😀 Um bjo grande!

  2. Claudia Cunha disse:

    Adorei a criatividade, a madeira com o couro ficou D+. Parabéns querida!!!

  3. Márcia Marinho disse:

    Gosto demais!!!

  4. Fernanda Marinho Tavares disse:

    Amei!!! Bjs.

  5. Nossa! Eu amei esse suporte para as suas suculentas! E super prático de se fazer! Parabéns!

  6. Yara Aguilar disse:

    Oooooo que coisa mais linda!
    Amei!!

  7. Fernanda Ferreira disse:

    Adorei a criação! Ficou um charme! ♥ bjkas

  8. Josi disse:

    Oi Eva! Queria fazer um arranhador para meu gatinho, assim como os seus, usando corda natural. Em que loja de Conquista você comprou a corda? Você usou todos os três quilos de corda pra fazer os dois arranhadores?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *