20 abr 2015
Viagem

Café Campana em Paris

Mais um lugar que não pode fotografar e ninguém obedece. Logo, sacar uma câmera e não ser vista é um tanto difícil, mas um celular véio vale, mesmo a foto saindo ruimmmm que dá dó. Mas pô, é Campana, minha gente, ao menos um clique, néamm? E se o blog sair do ar, cês sabem… Foi teimosia minha 😀 😀

O Café Campana fica dentro do Museu D’Orsay, no 5º andar. Museu este, mais que querido por esta pessoa roliça que vos fala. Foi nele que borrei o zói vendo meu muso, Van Gogh de perto. Pertinho. Faltei enfiar a cabeça na tela querendo olhar o movimento, o desenho do pincel, a quantidade de tinta que eles depositava, os “gominhos” na tela, enfim, por um tempo não tinha ninguém, só eu olhando e prendendo mais choro.

O Café Campana foi inaugurado em 2011 depois que o museu ficou um bom tempo fechado pra reforma. É arrojado como tudo que os irmãos Humberto e Fernando fazem. Particularmente, gosto muito dos dois designers brasileiros. Adoro a forma que eles olham pra materiais comuns e os transformam, dão outro significado e muita beleza sempre.

2a

Segundo a equipe do próprio Museu, o Café Campana têm muitas inspirações no art nouveau e em Emile Gallé, um artista francês e ebanista que trabalhou divinamente com vidros. A parede revestidas por espelhos em partes é um exemplo e as luminárias são construídas por meios de placas de metal pequenas. Tanto a parede quanto as luminárias saltam aos olhos. Um absurdo de lindas, de brilho!

3a

O que divide e limita o espaço do Café são “cercas” em metal fino e colorido. Ainda há a proposta de transportar quem chega a um mundo onírico e aquático.

1a

O Café Campana fica depois ao lado da galeria dos impressionistas. Aí tu pensa como fiquei doidinha <3 É onde há os relógios do Museu que proporcionam uma vista lindona da cidade.

4a

Queria poder te trazer bemm mais detalhes, mas com tanto cabelo e minha cor bronzy, seria difícil me camuflar e fazer fotéénhas. Se vier aqui, dá um pulo no Café pra olhar de perto? É realmente muiiiito bonito!

 Um beijo!


3 respostas para “Café Campana em Paris”

  1. Maíra Pinto disse:

    Eva, acabei de te ver em uma foto com uma amiga minha de Belém, a Sabrina! Que mundo pequeno! A Sabrina, assim como eu, é formada em turismo, é amiga da minha família (Palmquist) e está fazendo doutorado sanduíche em Paris. Não a vejo há muitos anos, pois sai de Belém há 10 anos. Que mundo pequeno…

    • Eva Mota disse:

      Uuu sério, Maíra?? Cheiinte, que mundo miudinho! A Sassá é uma querida que conheci por meio do grupo de estudos do meu marido. Nossos encontros foram poucos, mas sempre cheios de risadas. É riso frouxo que nem eu hahahha Que bom! Um beijo grande!

    • Eva Mota disse:

      Uuu sério, Maíra?? Cheiinte, que mundo miudinho! A Sassá é uma querida que conheci por meio do grupo de estudos do meu marido. Nossos encontros foram poucos, mas sempre cheios de risadas. É riso frouxo que nem eu hahahha Que bom! Um beijo grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *