03 set 2014
DIY

Como fazer quadrinho vintage

Eu adoro um tom vintage, envelhecido, cor de página de livro pela decor, sabe? Em pequenas peças, quadros e em outros acessórios. Aquela carinha gasta conta alguma história. Como não herdei nenhuma peça assim, digamos que a minha história seja relativamente nova 😀 Então vamos criar algo nessa pegada e começar a história a partir daí.

Pra finalizar a reforma de parte da sala, ainda faltava algo na parede. Há tempos namoro os quadros feitos em cima de páginas de livro antigo, com gravuras, ilustrações. Há sites gringos que só vendem este tipo de arte pra parede e aqui no Brasil, o que encontro ou não gosto da ilustração ou do preço 😀 Então a regra é clara: bora fazer. O material é simples, o segredo é arranjar uma boa gravura, ou então fazer, encomendar uma e ter bom senso diante dos outros elementos. Olha as minhas escolhas:

1- Tela de 20cm x 20cm

2- Livro antigo encontrado em Sebo. O bom é que ele seja grande pra não ter de emendar a folha.

3- Cola branca, pincéis grosso e fino, tesoura, estilete, tinta da sua escolha e furadores. Se não tiver furador, de boa, decalca ou desenha alguma forma e recorta depois.

4- Cartolina dupla face. De uma lado uma estampa, do outro, outra. Escolhi a cartolina de acordo com a tinta. Queria tom sobre tom, tudo meio marrom.

9

Depois daí é hora de escolher a gravura. Aqui os nossos símbolos são claros pra quem entra no 304. Câmera fotográfica ou de cinema pra marido e coração e maquininha de costura pra mim. Escolhida a figura, você pode jogar num editor de imagem pra ter noção do tamanho, como vai ficar na tela e na folha.

2

Imprimi aqui em casa mesmo, em preto e branco. Direto na folha do livro. Agora vamos montar: passa bastante cola na tela. Lembra que ela é um tecido e vai absorver um pouco, o que é bom. “Menina véa, menina véa, isso vai dar certo?” Dá, minha gente, confia! Depois de melecar bem, põe a folha por cima. Com a mão seca ou um pano seco, vai deslizando e ajeitando a folha. Os gominhos vão se desfazendo com isso. E no lado inverso, aquele de dentro da tela, vai passando também. Não tem erro, fica tudo lisinho!

10

Apara as sobras com um estilete afiado. Reforça com mais cola estas pontinhas. E nas laterais, chegou a hora de passar a tinta. Aplica a cor que escolher direto, com um pincel mais grosso e vai deixando falhas, pra dar aquele ar meio podrinho que é lindo e cabe na proposta. Com o outro pincel, mais fino, passa na tinta e tira o excesso numa folha ou pano. Pra fazer o efeito envelhecido o segredo tá aí: deixar o pincel bem seco e ir “limpando” na tela. Escurece um pouco das extremidades e só.

5

Você podia comprar a telinha, como as montagens no estilo “collage” já prontas, impressas, mas diz se montar cada camada não é mais charmoso? Eu simplesmente AMO as colagens e prometo voltar com um post só sobre isso (disfarça que a minha lista de post prometidos só cresce) O próximo passo é recortar outros elementos, imagens pequenas pra sobrepor ou formas bacanas. O bom é que sejam menores que o elemento principal, pra ter uma harmonia. Pro meu coração escolhi as flores de um lado da cartolina e perfurei pequenos corações e pra maquininha, formas geométricas. Só aplicar a cola nestes recortes e ir montando.

6

Pode deixar a cola vazar um pouquinho e quando finalizar, passa um pouco dela diluída com água, bem pouco mesmo, por cima dos recortes. Espera secar. Ainda apliquei uma camada de verniz fosco em spray.

7

E só! Coração, diz pra mim, porque é que fico sempre desse jeito quando faço o que amoooo?? Parafraseei descaradamente o pobre do José Augusto de tanta empolgação! Mas amei mesmo, marido amou e já foi pra parede! Símbolos que são nossas identidades, flores pra entrar o meu mês lindo e muito afeto.

8

Genten! Antes que termine o dia, digo, o post, faço questão de lembrar que este amor pelo coração não é só na decor é na vida também. Como filha de um cara cardiopata desde os 20 anos, sei o quão necessário é cuidar do nosso coração e como levar uma vida assim pode ser complicada muitas vezes. Lembro rapidinho que este mês o Instituto Lado a Lado pela vida, de São Paulo, uma instituição sem fins lucrativos lançou a campanha nacional “Setembro Vermelho”. É um alerta para os cuidados com o coração, conscientização e como evitar as doenças cardiovasculares que matam uma pessoa por minuto em todo mundo! O mês de setembro foi escolhido por que eu faço aniversário dia 8. Rá, mentchera! É porque dia 29 é comemorado o Dia Mundial do Coração com movimentos por todo o mundo. Se quiser saber mais, clica aqui no site Siga o Seu Coração Nele você encontra muita informação e até receitas saudáveis. Cuida do seu coração, no teu corpo e também na sua parede! 😀

Bjbj!

 


10 respostas para “Como fazer quadrinho vintage”

  1. Karen Cardoso disse:

    Lindas!! Mas não tenho jeito para fazer. Bem que você poderia vender na lojinha, né? =)

  2. ticiane disse:

    Lindos quadrinhos!!! Amei!

  3. Gabriela Couto disse:

    Ameeei o post e a dica sobre o ‘Setembro Vermelho’ você arrasa demais *—*

  4. Suzana Rodrigues disse:

    Eu fiz a alguns dias atras quadros parecidos, só que no meu caso eu desenhei desenhos animados como o Homer Simpson e o bob esponja. Se tivesse visto esse post antes… rsrsrsrr

  5. Andrea Riserio disse:

    Lindo Eva! Além do PAP ainda temos dicas de como nos cuidar, é demais! Amoo! Beijos

  6. Juliana Amado disse:

    Gente! Amei esse pap! Tenho tela e livro velho sobrando lá em casa, quero fazer também!!!

  7. […] a parede recebeu os quadros que fizemos. As fotos feitas por nós mesmos, os quadrinhos vintages que te mostrei esta semana e a plaquinha de bichano, um mimo que comprei com a Toda Coisinha da querida […]

  8. Ione Rocha disse:

    Geenteee que lindezaaa!!!! Apaixonei!

  9. Edleuza Nascimento disse:

    Lindo! amei !!! Gosto muito dessas criações!!!

  10. Fernanda Marinho Tavares disse:

    Menina, como é que eu só te descobri hoje???? Agora já era: não te perco mais! Seus posts são 100000000! Escreve muito bem, parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *