30 de agosto de 2018

Como fiz a mesa nova da nossa cozinha nova

Em DIY

Queridas e queridos!

Como sempre, saudade grande de voltar à escrever por aqui com os nossos queridos tutoriais, viagens e ideias boas. Enquando ajeito a vida na casa nova, enquanto tentamos vender o apê e colocar em prática mais algumas metas que me exigem muito mais tempo fora daqui, vou trazendo o que tenho feito devagarinho, tá bom?

Dessa vez temos uma cozinha com um espaço possível de colocar uma pequena mesa e eu adoro isso. Sempre gostei de comer na cozinha, ficar por lá papeando por esse ambiente, mas no antigo apê, com uma cozinha corredor, isso era impossível. Na casa rosa, a cozinha quadrada permite um móvel estreito e pensei numa mesa bancada pra ter, além de lugar para as refeições, mais algum de armazenamento. Então, uma mesa alta, tipo balcão, com prateleira no meio e um par de banquetas foram as soluções ideais e econômicas pra gente. Meti e mão na massa pra fazer esse móvel, mas antes de te mostrar como fiz, vou passar quantidades e medidas da madeira que usei. Vai que sirva pra vocês, né?

4 barrotes de pínus 6cm x 6cm de 95cm de comprimento (Em alguns lugares o barrote é chamado de sarrafo, pontalete…)

7 tábuas de pínus com 10cm de largura, 1,10m de comprimento e 2cm de espessura

7 tábuas de pínus com 10cm de largura, 1,00m de comprimento e 2cm de espessura

4 tábuas de pínus com 6cm de largura, 88cm de comprimento e 2cm de espessura

4 tábuas de pínus com 6cm de largura, 61cm de comprimento e 2cm de espessura

Usei ainda parafusos de 4,0, cavilhas nº 8, cola cascorez, quatro rodízios do pequeno, com 5cm de altura, seladora à base de água, lixas nº 220 e 320. As máquinas são as elétricas manuais e básicas que tenho e que sempre uso. Com elas dá pra fazer muiiiiita coisa na marcenaria. O que não posso, peço pra Madeireira Sudoeste adiantar algum corte, aparelhamento. A madeireira Sudoeste é uma empresa local, uma das mais antigas da cidade, que super confio na compra do material. Sempre encontrei pínus lindas e que não abro mão de usá-las.

Com tudo cortado, lixado, comecei a montar. Deixei pra selar depois por conta da pressa, mas o melhor é fazer antes. Já mostrei como selar madeira aqui. Primeiro montei as partes com comprimentos menores da mesa, fixando duas partes de 61cm em dois barrotes com alturas diferentes, uma de 42cm do topo até o centro e a outra com 41cm até o chão. Acho que a imagem pode te ajudar. Isso é pra medida total da  largura da mesa ser de 73cm já com as distância entre uma tábua e outra do tampo. Mostro mais pra frente.

Com essas duas partes prontas, fixei as quatro partes de 88cm de comprimento deixando assim, a mesa com 1 metro e comprimento na base. Parafusei essas laterais no centro do barrote, ou seja, a partir de 2cm de cada lado. Pra isso, bastei apoiar um pedacinho de madeira na hora da fixação, afinal, usei a madeira com 2cm de espessura.

Aí, a mesa já está com sua base pronta, faltando apenas os tampos. Depois disso comecei a montar o tampo superior com as 7 partes de 1,10m de comprimento, deixando 5cm pra fora em cada borda. Além disso, fui dando a distância entre cada parte utilizando uma cavilha mesmo pra marcar essa medida, cerca de 0,5cm. Pra fixar uma tábua na outra, peguei sobras de madeira que tinha e medi o comprimento ideal que pegasse todas as tábuas do tampo, mas deixando uma sobra boa pra fixar nos barrotes.

Tampos prontos, fui prendê-los às pernas. Furei cada ponta da mesa com broca escareadora nº 8, instalei dois parafusos, apliquei cavilhas (vem saber como fazer isso aqui) e assim liguei o tampo aos barrotes, às pernas da mesa. Fixei nessa orientação. Imagina que ela linha potilhada tá delimitando a área que deve ser furada nas pernas. Ainda furei ao meio do tampo pra fixar o centro da mesa.

Já o tampo de baixo foi aparado com as larguras corretas das pernas (barrotes). Usei as partes de 1 metro de comprimento pra ficar exatamente do tamanho da mesa, sem borda. Esse segundo tampo é a prateleira da mesa. E o recorte, fiz assim. Fui aparando um pouquinho ali e aqui com a serra tico-tico, pois como monto tudo só, não consigo segurar algumas peças sozinhas, aí inclina um pouquinho ali e aqui.

Pois bem, tampo do meio fixado, a minha mesa deveria ficar assim:

E ficou!

Instalei os rodízios que tinha e ela fechou com 1 metro de altura, ótimo pra colocar as banquetas com 75cm de altura como essas réplicas Tolix pretas, tô quebrando a resistência de usar móveis e objetos dessa cor, sempre achei que pesa muito por morar em espaços altamente pequenos. Antes, apliquei três demãos de seladora por toda a mesa, já mostrei como fazer isso aqui no blog, procura nos arquivos que é bem fácil. O trabalho durou duas semanas, ia fazendo no tempo que tinha.

Com a seladora, fica um veludo e ainda protegida pra ficar dentro da cozinha. Se fosse ficar na área externa, aí são outros quinhetos. As cavilhas praticamente desaparecem. Pra fixar as laterais e pernas, usei pela primeira vez um gabarito ou “Jig” da Kreg pra esconder os parafusos e amei! Essas pecinhas são sempre caras, pois são gringas, mas valeu o investimento.

Imagem da loja e canal Empoeirados

Mostrei todo esse processo lá no Instagram  tá salvo nos destaques “Tutoriais” você pode ir lá na minha conta ver, tá bom? No mais, não foi difícil, usei máquinas simples pra o meu conhecimento básico, logo, acho que todo mundo pode fazer. Usei as mesmas máquinas portáteis que uso nas oficinas de introdução à marcenaria que ofereço desde o ano passado. Já foram mais de dez turmas. Se você é mulher aqui da Bahia e tem interesse, me deixe saber! Quem sabe a gente não se encontra em alguma aula, hein?

Prometo voltar assim que tiver outro tutorial ou algo realmente bom pra compartilhar aqui. Beijos, gente, até já!