3 de junho de 2014

Da porta pra dentro e da porta pra fora

Em Bate-Papo

Foi assim: pedi a marido pra molhar o pé de manjericão que tava sedento. Marido pegou um copão com água e molhou a plantinha. A plantinha, o chão, a revista que tava perto e tudo mais. Me olhou com aquele ar de “ops, foi mal”. Mas na hora pensei que precisava de um regador pequeno pra facilitar a rega das plantinhas pequenas que tenho. Que são meu amores, pois adoro todas . Aí já viu, né? Foi surgindo regador de todos os tipos na minha cabeça, e amor pra lá, amor pra cá, regar, plantar, colher e tóiinnnn! Nasceu a ideia de desenhar um regador com corações.

A escolha da porta também foi automática, porque há tempos queria algo do tipo aqui no apê. Queria rabiscar paredes, mas com algo pra significar. E pensei que queria essa boa vibração, esse amor jorrando, caindo, escoando, da porta pra dentro e da porta pra fora. Pra quem chegasse e pra quem saísse.

Posca1

A porta tava lá cercada com parede branquinha. Comecei a desenhar à mão livre só na parte de cima, no topo dela. Se você usar um molde fica bom também, mas fiz à mão livre. Não que seja expert em desenho, mas é que dá pra apagar se a gente usa a velha borrachona branca, daquelas antigas. Assim, fui fazendo meu regador. Primeiro, saiu parecendo  uma garrafa térmica que qualquer outra coisa. Mas foi saindo…

Posca3

Posca2

Peguei a minha Posca que ganhei da minha amiga Ju Amora e fui cobrindo o desenho. As Poscas são canetas incríveis de tão boas. Já conhecia as benditas, mas só vi o uso delas lá em Sampa. Elas são bem versáteis e podem ser usadas em várias superfícies e materiais. É a base de água e seca rápido, além de ter em diversas espessuras. A minha é uma preta 5M.

Untitled-1

Depois de cobrir e reforçar com a caneta, fui apagando os rabiscos à lápis que sobraram.

Posca4

E prontinho! Parede rabiscada, portinha mais frufruzenta e cheia de boa vibe. Muito amor pra quem entrar e pra quem sair do 304.

Posca5

Posca6