03 jun 2014
Bate-Papo

Da porta pra dentro e da porta pra fora

Foi assim: pedi a marido pra molhar o pé de manjericão que tava sedento. Marido pegou um copão com água e molhou a plantinha. A plantinha, o chão, a revista que tava perto e tudo mais. Me olhou com aquele ar de “ops, foi mal”. Mas na hora pensei que precisava de um regador pequeno pra facilitar a rega das plantinhas pequenas que tenho. Que são meu amores, pois adoro todas . Aí já viu, né? Foi surgindo regador de todos os tipos na minha cabeça, e amor pra lá, amor pra cá, regar, plantar, colher e tóiinnnn! Nasceu a ideia de desenhar um regador com corações.

A escolha da porta também foi automática, porque há tempos queria algo do tipo aqui no apê. Queria rabiscar paredes, mas com algo pra significar. E pensei que queria essa boa vibração, esse amor jorrando, caindo, escoando, da porta pra dentro e da porta pra fora. Pra quem chegasse e pra quem saísse.

Posca1

A porta tava lá cercada com parede branquinha. Comecei a desenhar à mão livre só na parte de cima, no topo dela. Se você usar um molde fica bom também, mas fiz à mão livre. Não que seja expert em desenho, mas é que dá pra apagar se a gente usa a velha borrachona branca, daquelas antigas. Assim, fui fazendo meu regador. Primeiro, saiu parecendo  uma garrafa térmica que qualquer outra coisa. Mas foi saindo…

Posca3

Posca2

Peguei a minha Posca que ganhei da minha amiga Ju Amora e fui cobrindo o desenho. As Poscas são canetas incríveis de tão boas. Já conhecia as benditas, mas só vi o uso delas lá em Sampa. Elas são bem versáteis e podem ser usadas em várias superfícies e materiais. É a base de água e seca rápido, além de ter em diversas espessuras. A minha é uma preta 5M.

Untitled-1

Depois de cobrir e reforçar com a caneta, fui apagando os rabiscos à lápis que sobraram.

Posca4

E prontinho! Parede rabiscada, portinha mais frufruzenta e cheia de boa vibe. Muito amor pra quem entrar e pra quem sair do 304.

Posca5

Posca6

 


5 respostas para “Da porta pra dentro e da porta pra fora”

  1. Quando vi a foto achei que era um adesivo :O Que lindo, Eva!!!

    Tenho que te responder rsrsrs Ai, vida corrida! Socorro!

    • Eva Mota disse:

      Hahahah oo minha queridonadona! Não se preocupa, de coração! Fica tranquila <3 E ó que coisa: eu nem ia fazer post com o rabisco, mesmo tendo tirado as fotos, achava que não era tão explicativo. Mas quando foi ontem outra pessoa também achou que era adesivo, daí postei hoje. Obrigada, Zi! Um bjão!

  2. Yara Aguilar disse:

    Ri com a narrativa de molhar o manjericão,só lembro do meu quando vou fazer espaguete aí o “bixinho” tá lá sedento,como diz você! Rs…
    Pensei como a Zilah ,que era adesivo…que canetinha massa é essa menina?! Tu acha coisa,viu?!
    Aqui em casa já tá dificil de achar uma parede disponivel ,imagine eu com uma canetinha dessas e sua habilidade!!!
    Amei!
    Bijú!

    • Eva Mota disse:

      Tu tá vendo, né Yarinha? Homi leva super jeito #sóquenão ;D
      Mas é bom que inspira coisas assim! E mais uma vez, feliz por ter gostado! Mas faz aí mesmo com um hidrocor comum. E me mostra! haha Um bjo!

  3. […] esquerda, mais da gente. O rabisco feito com Poska que já te contei e o cabideiro feito com sobras de madeira. O projeto foi meu primeiro post como colunista do A Casa […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *