26 de outubro de 2015

Decoração e Quarto Montessoriano

em Decoração

A palavra e o método vêm do sobrenome da médica. Maria Montessori (1870-1952).  A educadora foi a primeira mulher a se diplomar médica na Itália e desenvolveu métodos educativos que transformariam as formas com as quais lidamos com nossas crianças. O método destaca a importância da liberdade e estímulo para o desenvolvimento físico e mental das crianças e muito mais.

E porque a educação Montessoriana é tema tão recorrente na decoração? Porque o método defende que a casa deve ser estruturada a partir da chegada da criança e não está pronta antes dela chegar, ou seja, o uso deve ser o da criança e não do adulto. E penso que o profissional da decoração deve ter acesso a estas informações no caso de ser solicitado a projetar um quarto assim.

Um ambiente adequado, segundo o método Montessoriano deve ajudar a desenvolver o aprendizado infantil de forma criativa, saudável e livre para a criança expressar suas capacidades e habilidades. A criança vai aprendendo com a suas próprias experiências e espontaneamente. Pra isso, algumas dicas dadas pela educação Montessoriana para montar um ambiente:

Ponto de vista da criança e acessibilidade 

Para desenvolver a autonomia, autoconfiança, independência, os móveis de um quarto Montessoriano devem ter a altura ideal para cada criança e não para o adulto. Nada de cama convencionais. Colchões no chão, tapetinhos ou camas com altura mínima.

1a

Fonte: Binti Home

Fonte: Babble

Fonte: Babble

6a

Fonte: Meet Mot And Pea

A estrutura de casinhas virou mesmo uma tendência em quartos assim, olha quanta lindeza!

2a

Fontes: Buknola e Mommo Design

Estantes, prateleiras, cadeiras, guarda-roupa também. Ainn, pera, num tô guentando com tanta fofura, ó pra isso?

7a

Fonte: The Free Child

Tudo deve ficar ao alcance dos pequenos. Se ela tem o costume de rolar a noite, por exemplo, vale investir em rolinhos ou laterais aconchegantes. Abaixo um exemplo lindo e um quarto completo. Adoro este projeto:

3a

Fonte: Petite Vintage Interiors

11a

Fonte: Petite Vintage Interiors

4a

Fonte: Petite Vintage Interiors

Espaços livres, de trabalho, organização e segurança

O design essencial é a escolha do método Montessoriano. Com móveis mais básicos, mas não menos estimulantes e aconchegantes, o estímulo, o aprendizado e decodificação das crianças passam pelas mãos, pelo toque, pela exploração do mundo ao seu redor e por isso, ter espaços livres, menos entulhados, entupidos de brinquedos é o recomendado. Para que ela saia tocando, descobrindo o que tem ali.

A criança precisa ter acesso livre para brincar no chão e também um espaço separado para atividade de mais concentração, destreza. Uma mesinha com cadeira, prateleiras, painéis por exemplo são ideias pra aprender a ter organização, ter acesso aos brinquedos, saber onde fica o quê.

10a

Fonte: Retro Villa

8a

Fonte: Home My Design

Móveis com formas mais arrendondadas são mais indicados também pra trazer segurança, em vez de móveis com quinas retas. Além do monitoramento constante dos pais, claro.

15a

Fonte: How We Montessori; Etsy

Cantinhos de leitura também são super recomendados. Ainn, zentiii.. <3 <3

12a

Fonte: Just Real Moms

14a

Fonte: Escarabajos, Bichos y Mariposas

19a

Fonte: Pinja Colada

Espelhos e Barras

Espelhos de acrílico bem fixados na parede na altura da criança é outro item do quarto Montessoriano. Segundo os profissionais que trabalham com o método, o espelho ajuda a criança entender que é um indivíduo único e distinto da mãe, do pai, de quem cuida.

18a

Fonte: Apartment Therapy

17a

Fonte: Montessori Home

Barras ou alguns móveis fixos contribuem pra coordenação e independência motora também. A criança pode se apoiar, se levantar sozinha, sendo estimulada ao movimento, liberdade e autonomia.

16a

Fonte: Parents of Color

Brinquedos estimulantes e em sistema de rodízio

A escolha de brinquedos pra um quarto Montessoriano é tão importante quanto projetar o ambiente. E segundo especialistas, eles devem ir mudando de acordo com o crescimento da criança. Brinquedos seguros, criativos, que estimulem o aprendizado, imaginação e o toque, acima de tudo.”Caixinhas do tesouro”com itens do cotidiano em materiais diferentes, por exemplo, ajudam no desenvolvimento sensorial. Podem ficar em lugares específicos, assim como móbiles, cordinhas e outros objetos pendurados também. Livros, brinquedos de montar, de pintar, tocar podem ser oferecidos um por vez, afirma o método.

Aqui só foram algumas das características desenvolvidas na educação Montessoriana, há muito mais pra se admirar e praticar. No blog How We Montessori há um caminho longo do desenvolvimento periódico de uma criança por meio desta educação e é lindo de se ver. No Brasil, o Lar Montessori conta um pouco mais da vida da Maria. Pra inspirar, uma das histórias sobre ela.

Conta-se que, tendo terminado sua exposição em um congresso médico, um dos participantes da plateia pediu a palavra e perguntou à Maria: “Por que preocupa-se a senhora com estas crianças? Não sabe que elas não podem aprender?” – Maria Montessori respondeu: “Elas podem. São os senhores que não permitem”.

Um beijo e até!