15 set 2015
Decoração

Dicas para sobreviver a uma cozinha pequena

Dramaqueen o título, eu sei, mas deliciosxs que chegam por aqui, a coisa é séria quando se tem uma cozinha corredor. Mas não é retangular, é corredor mesmo. A retangular ainda cabem móveis ou objetos nos dois lados, mesmo que pequenos. Já a corredor, apenas uma fileira, apenas uma parede pode ter volume. E a minha, não é só corredor estreita, ainda é “curta”, pequena mesmo. Ou seja, vesti uma roupa decente, fui lá fora, sentei no meio fio e shooorayyyy. Minto. Quase. Pensei que tinha perdido o jogo pra esta cozinha maquiavélica que tramava planos mirabolantes contra minha criatividade por um bom tempo, isso antes de me tornar designer há menos de dois anos.

O apê foi comprado antes de mudar de área e cair de cabeça no universo da decor. Logo, pequenos erros foram inevitáveis, mas nada que atrapalhe ou dificulte. Agora é hora de corrigi-los.  Na verdade, tudo que pudemos fazer, correto ou não, veio da grana curta, coisa que acontece com milhões de gentes. Agora, já com um pouco mais de informação e muito amor, busco opções que estão ao meu alcance, na minha mão. Faço com o que tenho e isso pra mim é ótimo, pode ser pra você também. Pensar na decoração que está na sua mão. Não é uma decoração barata na qual falo, porque esta pode ser dor de cabeça, mas econômica. Sendo assim, as pesquisas pra melhorar a cozinha, sem quebradeira em primeiro lugar, começaram há tempos. Comecei observando uma falha na daqui de casa, a luz.

Iluminação

Como em muiiiitos apês do país, a cozinha e área de serviço são juntas e há apenas uma entrada de luz. Aqui é quase assim. Se você mora em apê, vai se reconhecer, eu creio. O ideal é se quiser separar área de serviço da cozinha, fazer com vidro translúcido pra não diminuir a luminosidade. Ou então, persiana ou cortina clara, na metade, pra não barrar toda a entrada de luz. Ao menos eu prefiro iluminação mais natural possível. É bom pensar também na ventilação do lugar. Aqui em casa, pela posição do apê, se o basculante da área de serviço é fechado, a circulação de diminui muito.

16

Caso ainda esteja escuro, luminárias. Uma só no teto pode ser ruim e fazer muita sombra. Por isso se puder é bom espalhar outros pontos pela cozinha, mesclando luz branca com amarela pra trazer aconchego. Algumas esquentam mais que outras, como é o caso das incandescentes, então é preciso avaliar a distribuição. A luz difusa também vejo como ótima opção, como esta da foto, chega por meio de um rasgo no gesso com luminária de vidro ou acrílico fosco. Pode ser com uma única luminária maior ou várias menores, os spots embutidos por exemplo. Aqui em casa a iluminação tá bem ruim e alguns truques vão ser necessários.

2

Truques como a colocação de pontos de luz pelas prateleiras. Isso pode ser feito como parte do projeto luminotécnico do ambiente, com pontos já definidos e ligações feitas enquanto o projeto do lugar fica pronto é mais fácil. Claro que dá pra fazer depois, mas há um trabalho maior. Ou então, se precisar fazer depois como eu, luzes portáteis. São spots à pilha ou à bateria e podem ser grudadas. Mas ainda vou avaliar a qualidade dessas lâmpadas adesivas, porque acho um tanto fraca. A fita de led também é opção.

5

E por fim, a sensação de que o ambiente está mais iluminado pode existir com a ajuda dos eletros e objetos com superfície que refletem a luz, como os cromados, alumínio ou em inox.

10

Cores e mais truques

Eita, aí é meu calo, calo de amór <3 Só que o bacana em uma cozinha micro é abusar de cores claras. Na marcenaria, no revestimento e eletros. Tu sabe que eu bem gosto de uma cor, mas devo usar tons claros. Só não fico sem uma corzinha, me amarra é melhor 😀 Mas uma opção que vi, é colocar cores em pequenos detalhes, como nos armários ou prateleiras, estas últimas, itens fundamentais em uma cozinha pequena, né?

3

11

Mas se a mão coçar por um pincel, observa bem a iluminação. Adoro cores quentes juntas na cozinha, porém o ideal é que o espaço tenha uma boa fonte de luz. Olha que lindeza e ó o tamanho da janela? E na cozinha, uma claraboia ajuda bastante.

4

13

Uma outra dica é propor a cor de outra forma. Paredes, móveis, tudo em tons claros, mas o piso geométrico chama a atenção e ainda, assim disposto, faz o comprimento parecer maior. A disposição dos revestimentos podem mesmo aumentar ou diminuir um ambiente, então, cuidado antes de instalá-los.

7

Utilizar as paredes

Se já tem muito armário, como no caso da minha cozinha corredor, sobra apenas o outro lado para explorar, logo, prateleiras, ganchos, painéis são mais que necessários. Além disso, tendo alguns utensílios à mostra, a rotina na cozinha pequena fica mais fácil. É que a gente sabe que em muitos imóveis, a bancada da pia fica entre o fogão e a geladeira e é utilizada para preparação dos alimentos ou apoio. Sendo assim, quanto mais fácil for o acesso à certos objetos, melhor. Super vou adotar aqui na reforma.

6

9

Adaptações

Isso eu adoraria ter feito: usar fogão, forno, coifa embutidos, adaptados, acoplados. É prático e ocupa menos espaço se planejado com uma marcenaria com linhas retas, por exemplo.

14

A Vivi é uma designer de mão cheia e sempre lança mão de opções acessíveis e bacanas. Olha como ela adaptou a cozinha: em formato retangular, tirou a mesa, preferindo uma bancada feita de porta de armário, mais prateleiras, o bom e amado contact e uma decor cheia de afeto. Além do ambiente ter ficado mais bonito, ficou prático, organizado e adaptado diante do que ela queria.

17A decoração precisa ser possível, antes de tudo e sempre lembro do que te falei antes: fazer com o que a gente tem em mãos e na melhor hora, sem ansiedade, é sempre a melhor escolha. Sigo aqui pensando sobre o projeto da minha e já tô prestes a concluir tudo. Muiiito em breve te mostro!

Imagens: Casa abril; Offbeat Home and Life; Apartment Therapy; Decorviva.

Beijo e até djá!

Eva

 

 


3 respostas para “Dicas para sobreviver a uma cozinha pequena”

  1. oi Eva, também passei um tempo juntando referências e fazendo a cozinha com as próprias mãos. está 3/4 pronta. falta a bendita prateleira ainda… ansiosa para ver a tua! abraço!

    • Eva Mota disse:

      Dani, peensa numa cozinha que tá de rosca? Hahaha É muita coisa pra fazer só, bicho! Mas vamos aos pouquinhos, também falta muita coisa! Um beijo!

      • isso! um passo de cada vez… aqui foi assim: um mês compra a barra de pendurar tranqueiras, no outro a barra magnética, no outro unzarmarinho, rsrs. tá quase! vamos que vamos!!! uma hora a gente “revela”, rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *