14 dez 2015
DIY

Iluminação criativa: como usar cerâmica fria e cerâmica plástica

Duas opções pra criar uma iluminação mais com a nossa cara e que também serve pra decorar. Mas agora com as velinhas de cera mesmo e não mais de Led como te mostrei no último post. Dessa vez a gente põe mesmo a mão na massa, tanto na cerâmica fria quanto na plástica, dois materiais super versáteis e baratos.

A cerâmica plástica é conhecida como Fimo, marca que tá por esse mundão. Trabalhei com a Fimo a primeira vez em Paris, em uma oficina que já te falei aqui e fiquei encantada com o universo de possibilidades desse material fora o mercado todo voltado pra ele. Existem lojas pela Europa só de Fimo, acessórios e seus complementos.

1

Existem em vários tipos: “Professional” mais dura, encorpada, a “Soft” como o nome diz, mais macia, as com efeito “Effect” com brilho, metalizada ou imitando textura de granito, por exemplo. Se parece com Biscuit, mas diferente desta, a Fimo precisa ser “assada”, não é porosa e pode ter contato com água depois de seca. Tem gente que usa uma mini extrusora da própria marca, aquela máquina parecida com máquina de fazer macarrão, pra amaciar a Fimo. Mas trouxe de lá o rolinho de acrílico, bem forte e pesadinho pra  poder amaciar e dá certo. Ó, uma coisa, se você mora em cidade do litoral, o pauzinho de quebrar o caranguejo também serve! 😀 😀

3

 

4

 

Outra dica é forrar a superfície que vai usar a Fimo com papel manteiga e começar a abrir a massa. Fiz uma peça já conhecida, a cabeça de gatinho <3 Depois de aberta e cortadas as orelhas, coloquei em uma pequena tigela por dentro e levei ao forno a 180 graus por meia hora. Fica durinha, mas macia. E também dá pra lixar depois de seca pra corrigir as imperfeições.

5

 

A cerâmica fria é uma massa tipo argila e que seca à frio mesmo. A cor é mais escura e parece muito a mistura de argila tradicional. Passando água, ela vai moldando com muita facilidade. É bem mais mole que a Fimo e seca rápido enquanto a gente trabalha, achei. A textura final é muito parecida com cerâmica natural, adorei! Abri a massa, cortei da largura de uma régua que tinha, fiz moldes de coração pra fazer mais um porta-vela.

6

 

Apliquei tinta em spray branca nestes últimos e spray dourado na cabeça de gatinho e aí estão: os porta-velas feitos à mão e que são boas opções pra usar com as velas tradicionais.

7

E a cabeça de gatinho ainda serve de porta bijou se quiser, né? Anéis e brincos pequenos cabem.

8

 

9

 

Beijo, genten!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *