10 jul 2014
Design de interiores

Mais do que não é o mesmo

Quem diria que os estrados de madeira utilizados no transporte de cargas iriam parar dentro dos lares como matéria prima da decoração acessível e possível, hein… Mas depois do boom de criações com os famosos Pallets ou Paletes confesso que andei meio borocochô. É.. a coisa esfriou, não via nada muito diferente. Isso. Não VIA, porque quando vi: Uauuu!!!! Isso foi até descobrir que um artista querido, bem aqui ao meu lado andava produzindo peças muito, mas muito boas. Ok. Estou super comedida. Produzindo peças insanas de tão massa!!!! Gente, sério, eu adoro saber que tem mentes inquietamente criativas por perto. O dono de mais uma dela é o Arisson Sena. Artista plástico daqui de Vitória da Conquista. Há anos acompanho outros trabalhos deles como as intervenções urbanas, esculturas, pinturas, já o entrevistei e tudo, mas quando vi a Eko Treco pensei: “Vem pro blog, meu querido!” e eis ele aqui.

O Arisson criou a marca Eko Treco Móveis e Objetos pra afirmar de uma vez por todas uma linha forte de suas criações: o reaproveitamento. O que pra muitos é lixo, pra Arisson é sempre arte. Este olhar herdou do avô, marceneiro com quem aprendeu a lidar com equipamentos e técnicas e mudar a perspectiva desde garoto. A arte dele é feita de modo inusitado como ele mesmo conceitua. Surge a partir de refugos vindos de construções, borracharias.. Enfim, o que aparecer para enriquecer o processo criativo deste artista que fala de forma indireta como a gente prejudica o mundo em que vivemos.

Tudo começa nesta mesinha. Quase tive um treco quando a vi. Feita em pallet, a mesinha é uma maleta, cheia de compartimentos que o artista leva pra onde quiser. Com instalações elétricas, tem iluminação adequada pra ele desenhar os projetos. Além disso, como é uma maleta, as gavetinhas não possuem puxadores e sim, placas de imãs na frente. Assim, o Arisson “gruda” um puxador móvel quando quer abrir e fechar a gaveta. Depois disso é só guardar o puxador. Olha que máximo! Diz aí se o cara não brilha??

AS13

Não é só empilhar ou recortar um pallet e criar bancos, apoios. O Arisson produz objetos e móveis pensados criativamente pra dar identidade e utilidade ao que poderia ser descartado. Além do pallet, de materiais como o OSB também nascem peças. OSB são placas derivadas de lascas de madeira prensadas e têm valores super baixos. Há tempos é utilizada em construção, mas o povo criativo ficou todo assanhadinho quando viu possibilidades mil neste material. Olha esta peça com a mistura dos dois materiais e um compartimento pra bebida!

AS19 copy

 

Olha o que mais ele produz: nicho basculante em OSB e pallets.

AS21

 

Diz se esta prateleirinha não salva qualquer um? Banheiro, cozinha, sala, ateliê, qualquer lugar cabe recebê-la… <3

AS23

 

Com pedaços menores e sobras surgem outras peças. Ainda hei de ter uma máscara aqui em casa. Ainda hei!

AS9

 

Há algum tempo, Arisson montou seu ateliê nos fundos da casa e é de lá que saem as ideias.

AS16 copy

É onde ele se diverte e junta materiais que pra muitos seriam improváveis pra criar algo, com por exemplo, uma fruteira feita com com tela de LCD e outra em vinil <3

AS12

A casa que ele divide com a esposa e os dois filhos é uma verdadeira exposição do que ele cria por meio do reaproveitamento. Uma luminária com um canhão de luz antigo e esta cadeira de pneu são exemplos. Mas ó, não vou te mostrar tudo sobre o Arisson Sena, não. Vai na Fan da Eko Treco e descobre o que mais ele produz. Tem sofá com compartimentos que aposto que sofá de pallets como esse vai demorar pra ter… Aproveita! Eu agradeço e comemoro por conhecer gente tão pulsante assim. Viva Eko Treco!

AS17

 


6 respostas para “Mais do que não é o mesmo”

  1. Mark disse:

    Que coisas ótimas e isso aqui em Conquista? Onde que achamos mais trabalhos dele? Já estou pensando em orçamentos, rs

  2. Yara Aguilar disse:

    IDENTIDADE!!!!!!!
    Essa é a palavra para cada peça que vi aqui…MARAVILINDAS!!
    Amei!!!!

  3. Clara Carolina Souza Santos disse:

    Que massa! Amei o porta lápis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *