19 fev 2016
Decoração

Móveis de madeira coloridos. Muitas inspirações!

Há tempos recebi uma mensagem da Roberta Querido. Ah, pelo sobrenome nem preciso dizer como é o nosso papo… A Querido tá lá no Rio com móveis em madeira, herdados dos avós (tãão foféénhos, ela me mostrou a foto <3) e é cada móvel mais bonito que o outro. De madeira antiga, bem acabada e de boa qualidade. Ela queria algumas ideias do que fazer com alguns deles, mas a moça é toda criativa e já estava dando cores em alguns deles. Pelo celular, ela fez fotos me enviou pela Fanpage.

Reformar um móvel dá trabalho sim, mas o resultado fica único e vale muito à pena. A Roberta precisou “descascar” a peça, tá vendo? Às vezes é melhor retirar a folha do tampo a depender da idade do móvel. Depois daí a Roberta lixou bem, bem, aplicou tinta em spray branca pra fazer a base, esperou secar e aplicou a tinta em spray azul. Olha que graça!

27

1

Este carrinho é outra coisa linda, meu sonho!! Humm… deixa pensar no que faria… Eu acho que pintaria em uma cor só, que fosse harmônica com este tom de marrom, talvez um cenoura mais fechado, puxado pra cor de tijolo, sabe? Não pintaria as rodas, pernas e alça, talvez mesmo só os tampos… Ou aplicaria algo, tecido, adesivo no tampo e colaria vidro pra proteger… Talvez… É tão lindo…

2

Esta cadeira da Querido também é uma coisa de louco, cadeira de diretor de cinema, nem preciso dizer que vou lá no Rio, esperar a Roberta sair de casa e pegar pra mim (Querido, tramando planos mirabolantes…) Como eu gosto de uma estampa, acho que mudaria só o tecido, algum geométrico, talvez, mas a madeira é tão bonita, mas tão bonita, não pintaria.

4

Aí diante do papo que tive com a Roberta, pensei em buscar opções pra quem também tá pensando em reformar móveis. Eu e a maior galera sempre, né? Inspiração nunca é demais e os exemplos são possíveis e adaptáveis. Lá no final compartilho algumas dicas de como pintar que venho aprendendo durante este tempo.

 

PINTURA COM COR ÚNICA

Acho que é o básico e não tem como errar depois de escolher a cor que mais nos agrade. Não precisa de detalhes, o móvel por si só, sendo bonito e estando de forma harmônica em um ambiente, já fica perfeito. O que pode fazer cena junto como móvel são os elementos ao redor, sendo estes com base neutra ou não. Amarelo é aquela cor que pouco se erra, penso. Quarto infantil, cozinha, ambiente masculino, sala, enfim, ele vai mesmo bem com quase tudo.

7

Foto: Woonispiratie

Uma base neutra das paredes e pisos mais esta cama reinando lindamente e a colcha de crochê. Outro exemplo super atraente.

17

Fonte: Mammamia

E móvel com cor uniforme não depende mesmo do tamanho. O que sinto é que fica bem quando os elementos ao redor (parede, piso e etc) são mais neutros…

6

Fonte: Bloglovin’

Mas mesmo quando não, quando a parede já tem muita cor e outros detalhes também, fica incrível. Sou louca por este chapeleiro da Ana Sinhana! Foi pintado com compressor.

8

Se há peças separadas ou soltas, como um banco + futton, fazer um complemento de cores pode ser uma boa. Aí o que fiz aqui em casa. O banco era branco, velho, com futton floral. Apliquei esmalte sintético à base de água na cor Mundo Verde da Suvinil e encomendei o forro cenoura pra o futton.

3

A poltrona ficou incrível, hein? Vermelho + P&B sempre casa bem. E ainda ganhou mais uma almofada pra o assento.

15

Fonte: Some Little Lovlies

 

PINTURA COM COR PARCIAL

Se não pintar um móvel todo, por exemplo, deixar partes na cor original também é interessante como foi feito nesta peça adaptada pra cozinha com seu tampo natural.

5

Fonte: Desing Sponge

O aparador teve parte das pernas isoladas e o resto ganhou cor.

23

Fonte: The Sweeteast Blog

Assim como as cadeiras que brincam com as cores por elas.

19

Fonte: HeyThereHome

A porta reformada virou painel pra cozinha com ganchinhos adesivos e a pintura parcial, estilizada deu ou não deu uma charme a mais?

 

16

Fonte: Design Sponge

 

PINTURA COM EFEITO

O efeito degradê é um queridinho há um tempo e pode ser feito ao adicionar tinta branca ou preta às partes da tinta base enquanto pinta o objeto.

18

Fonte: Hometalk

Listras no tampo frontal da gaveta mais puxadores coloridos. Pra quem curte móveis mais discretos, mas não menos bonitos.

2 little super heroes

Fonte: Little Super Heroes

O stencil dá outra cara incrível pra o móvel! Sou fã deste projeto da Erika Karpuk, do Estúdio DeKor. O tampo da mesa não foi pintado, na verdade a Erika, assim como a Roberta, retirou a folha. A Erika lixou bem o móvel, aplicou tinta em spray com o stencil que ela mesma imprimiu e também usou spray azul na base. Ficou simplesmente lindo.

21

Outro exemplo com stencil, mas com tinta. Uma base de uma cor e o stencil de outra. Pra trabalhar com tinta no rolinho e stencil não é preciso deixar o rolinho tão úmido, tão carregado de tinta, na verdade, quase seco pra não vazar e borrar, tá bom?

22

Fonte: Nicolette Tabram Design

Fita adesiva pode salvar e muito! Este aparador aqui do apê foi produzido em pínus. Pintei por dentro de uma cor e por fora, este efeito com fita adesiva e tinta de outra cor. Atenção, o rolinho deve está quase seco também, assim como o uso do stencil, com bemmm pouca tinta pra pintura ficar mais uniforme.

25

Quer cor e ainda outra função pro móvel? Tinta lousa pode ser a sua! As tintas acrílicas que vão em parede também podem ir em um móvel de madeira. Pra riscar, giz ou caneta giz (gosto mais da última opção porque não tem pó, né…)

14

Fonte: Hello There a House

 

PINTURA MAIS APLICAÇÃO DE TECIDO

Um das minhas opções preferidas pela facilidade e infinita possibilidade. Em partes dos móveis, harmonizando com a tinta ou contrastando, fica mesmo muito bom. Este móvel azul da Aneenha do A Casa Que A Minha Vó Queria é um xodó! As portas receberam o tecido e a gaveta novos puxadores.

10

A gente pode impermeabilizar o tecido com cola branca mesmo, passando por cima ou com uma sprayzada de verniz também. E a aplicação com cola branca é a mais indicada. Se quer fazer um detalhe, que tal laterais de gavetas? Só cuidado com o acabamento pra gaveta não emperrar. Penso que os de algodão, tricoline são melhores. Tecidos mais encorpadinhos, porém não grossos. Os tecidos adesivos são uma mão na roda também.

11

Fonte: A Girl with a Gluegun

Não quer dentro da gaveta? Então uma corzinha por fora delas também vai bem.

12

Fonte: The Design Tabloid

 

PINTURA MAIS APLICAÇÃO DE PAPEL

Outra opção tão boa quanto tecido. A depender de onde coloque, aplicar de leve verniz em spray ajuda a proteger. A aplicação pode ser feita com cola branca diluída em água, em camadas fininhas. A pecinha lateral de cama ficou adorável, amo cores vibrantes com P&B.

13

Fonte: Cutequo

Um opção bacana com papel é você criar uma estampa que quiser. Há sites especializados pra isso como o Colour Lovers E o papel também pode ser aplicado colando fita dupla face no verso. Só é retirar uma das faces da fita e aplicar na peça. A depender de onde esteja o papel, é preciso um vidro por cima. Essas dicas bacanas aprendi há um bom tempo com a Thalita, do Casa de Colorir . Aqui todos estes exemplos nesta penteadeira divina.

9

Aqui os papéis foram parar no fundo dos nichos. Super alegre e ainda dá pra gente reaproveitar sobras dos papéis que a gente tem por aí.

24

Fonte: Mommo Design

 

 APLICAÇÃO DE ADESIVO

Se não quiser pintar, aplicar adesivo de formas diferentes já muda o visual de um móvel. Olha este exemplo que fofo?

20

Fonte: Pinjacolada

Mas pintando é possível aplicar o adesivo diretamente nas partes escolhidas. E o bacana é que eles costumam ser mais resistentes.

26

Fonte: Blayblayablog

Depois de taaaaanta inspiração, algumas dicas que aprendi e compartilhei aqui há tempos, tempos. O tipo de pintura você escolhe, com pincel, rolinho, tinta em spray, compressor… Como eu faço tudo no apê, uso rolinho e pincel fino em algumas partes em peças maiores e spray em menores. Os esmaltes sintéticos podem ser à base de água, meu preferido ou à base de solvente. Pra este último, é preciso usar Aguarrás pra limpar ou diluir parte da tinta como manda a embalagem. Já o esmalte à base de água, só água mesmo pra diluir. Há quem goste de usar tinta acrílica pra pintar madeira também ou PVA, mas eu prefiro o esmalte sintético à base de água. É vendido em latinha e a depender da marca, a gente produz a cor.

Antes de pintar qualquer móvel de madeira é preciso lixar muito até sair o verniz, se ele tiver ou qualquer outro material. Estando porosa, a madeira absorve bem os produtos a seguir e vai por mim, faz diferença. Há tempos quando comecei a pintar móvel ali, peça aqui, não lixava bem nem usava primer e a pintura não durava. O primer é um fundo nivelador especial pra melhorar aderência e acabamento da pintura. Mas tem uma regrinha que é bom seguir:

14

Um só combina com o outro, viu? E depois de aplicar o fundo é bom lixar também, bem delicadamente com uma lixa fina (também conhecida como lixa d’água) pra só depois começar a pintar do jeito que você escolher. É isso! Só mesmo algumas dicas, há muito mais entre o céu e o reino da madeira do que julga nossa vã filosofia hahaha 😀 Roberta querida Querido! Obrigada por nosso papo e pela inpira em fazer o post <3 E quem pintar o quê aí me avisa? Ó que fico esperando, hein?

Beijo, gentes!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


3 respostas para “Móveis de madeira coloridos. Muitas inspirações!”

  1. Carolina Ikeda disse:

    Vc já usou o Batida de Pedra como fundo e para não precisar pintar?
    Tenho visto várias pessoas pela rede usando e tendo resultados satisfatórios.

    • Eva Mota disse:

      É mesmo Carolina! Voltou à rede de novo, porque o Batida já rola há algum tempo como dica. Como sempre encontrei o primer com mais tranquiliidade, não busquei usar, mas agora que você me lembrou, assim que tiver outro móvel pra pintar, vou atrás pra testar! Muito obrigada, viu? Um beijo!

      • Carolina Ikeda disse:

        Eva, acabei escrevendo errado.
        Vi o pessoal usando ele para pintar móveis com verniz sem lixar.
        Achei o máximo, nunca tinha visto e testarei em uma cômoda que tem em casa. Depois volto para contar se deu certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *